NOTÍCIAS

16/05/2017 17:44h

Vereador eleito, Enfermeiro Fritz promete lutar pela valorização do servidor público

Vereador eleito, Enfermeiro Fritz promete lutar pela valorização do servidor público

O vereador eleito Hederson Fritz Morais da Silveira (PSD) defende o exercício de um mandato baseado na nova politica, transparência, trabalhando em prol da sociedade e em prol do seguimento da saúde. Fritz é enfermeiro, professor universitário e presidente do sindicato dos trabalhadores de enfermagem. “Eu não sou politico. Sou técnico. Com essa nossa proposta de renovação, vamos propor uma politica mais limpa e transparente dando retorno a esse seguimento. Vamos trabalhar em prol da sociedade, em prol do seguimento”, afirmou.

Fritz pretende utilizar a experiência adquirida no sindicato e como servidor municipal em sua gestão como parlamentar. “Com a experiência no sindicato a gente teve que aprender sobre a economia do município. Na questão de politicas públicas eu tenho muita tranquilidade, pois faz parte da minha realidade. Tanto que o plano de governo do Marquinhos Trad, na parte da saúde, fui que eu fiz. Fizemos esse trabalho de valorização do SUS, valorização do servidor. Retorno do modelo de assistência para atenção básica. Vamos atuar de forma decisiva na criação de leis, no papel de fiscalizar e contribuir para o executivo desenvolver essas ações necessárias”, afirmou o vereador eleito.

Em relação à atuação parlamentar, Fritz pretende criar, dentro da Câmara Municipal de Campo Grande, um grupo parlamentar contra a terceirização e a utilização de Organizações Sociais que venham gerenciar a saúde. Ele também quer defender a valorização do servidor municipal. “O servidor precisa ser valorizado em três pontos. Primeiro. Questão salarial, pois faz dois anos que não temos reajuste inflacionário. Segundo. Questão de proporcionar qualificação através de curso, mestrado, doutorado. Fazer esse servidor que atual na saúde publica a se especializar na saúde publica. Questão de qualidade de trabalho. O servidor não tem condições de trabalho”.

“Muitas vezes ele é lotado em um local onde não tem como desenvolver as ações, devido uma gama de problemas. Nós sabemos que dentro da politica pública tudo que está proposto é viável. 80% da saúde básica é bancada pelo Ministério da saúde. Você tem que ter o projeto. você tem que aplicar o projeto. E você tem que dar a prestação de contas em cima desse dinheiro aplicado. É onde hoje existe a falha. Gestão. Vamos trabalhar em cima disso”, completou.

O vereador eleito Enfermeiro Fritz destaca ainda que vai caminhar junto à administração municipal, auxiliando o Poder Executivo para que possa realizar uma boa gestão. “Hoje estamos no limite prudencial no máximo permitido. E temos algumas coisas que podemos fazer para reduzir esse limite prudencial. Muitos recursos dentro do Ministério que são voltados para o servidor, para qualificação. Vamos pressionar. A tarefinha de equalizar as finanças não é do Legislativo. É do Executivo. Mas, dentro do Legislativo, posso encaminhar uma lei ou um caminho onde favoreça ele. Ajudar a captar recursos ou aplicar de forma melhor esses recursos”.

“Hoje temos um grande problema de falta de material na rede. Temos uma sugestão sobre licitação. Que é o grande problema. Temos dois fatores. O que é da gestão e o que não é da gestão. Onde ficam paralisadas as licitações? Na questão burocrática. Uma sugestão que chamamos de ilha, onde teremos representantes da Sesau, da secretaria de finanças e de administração em um grupo, trabalhando para otimizar essa licitação em um prazo de sete a 15 dias. Facilita a questão do executivo nessa execução”, explicou.

Fritz afirmou que seu mandato será voltado para a nova política, mudando a relação entre a população e o vereador. ”Primeira coisa como nova politica é mudar um modelo de cultura que as pessoas têm em relação ao vereador. Não é a sociedade que trabalha para o vereador. Mas o vereador que trabalha para a sociedade. Estou ali como servidor. Tenho que voltar a atenção para sociedade. Recebendo essas demandas. Acolhendo essa sociedade que precisa ser atendida no gabinete. Encaminhando as suas demandas. Dando feedback para a sociedade”.

“Meu mandato será próximo dos grupos que precisam de representatividade. Por exemplo, o Zé pereira tem uma demanda, de posto, de estrutura física que está paralisado. Nós vamos encaminhar. Vamos chamar a associação de moradores. Associação de mães. Fazer um ofício com solicitações. Isso também vamos fazer em relação à comunidade Tia Eva, que tem a demanda da questão do negro. Do assentamento Sucuri também. Toda essa demanda que chega ao vereador. Vamos fazer essa abertura”, disse.  

Foto:  Kerolyn Araújo
Fonte: TopMídiaNews

Compartilhe Agora!