NOTÍCIAS

28/12/2017 08:59h

Nota sobre a CPI do IMPCG

Nota sobre a CPI do IMPCG

 

A assessoria de imprensa do vereador Enfermeiro Fritz (PSD), Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou as irregularidades no Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande (IMPCG) divulga abaixo uma nota destacando os principais pontos do relatório sobre as investigações no Instituto.

 

 Nota à imprensa: 

Com o fim dos trabalhos da CPI do IMPCG, gostaria destacar o trabalho dos colegas vereadores: André Salineiro, Pastor Jeremias Flores, Papy, Chico Veterinário, Valdir Gomes e Cida Amaral. Esta comissão constatou que a Previdência dos servidores municipais encontra-se vergastada pela má gestão no quadriênio 2013/2016 e o déficit acumulado por falta de aporte, ausências de repasses de contribuições e seus acessórios, saques nos fundos de investimentos, legaram um rombo superior a R$ 330 milhões. Por essas irregularidades, a CPI não poderia se furtar e decidiu enviar o relatório ao Ministério Público Estadual para apurar as eventuais responsabilidades civis e criminais. No entanto, seguindo o espírito precípuo do parlamento, não ficaremos inertes no tocante a apresentação de possíveis soluções para equilibrar nossa previdência. Assim propomos o aumento da alíquota paga pelo Município (alíquota patronal), substituição de contratados por concursados, adoção de políticas visando a saúde do servidor, e a busca de novas receitas que se vinculem à previdência, dentre outras medidas de importante impacto. No mais, apesar do respeitoso trabalho desenvolvido por todos os parlamentares que compuseram a CPI do IMPCG, cabe aqui pontuar que ainda há caminhos a serem trilhados, pois temos o compromisso também de debruçar sobre a assistência à saúde do servidor prestada pelo SERVIMED e que também é administrada pelo IMPCG, como também aperfeiçoar ao longo do meu  mandato,  instrumentos de fiscalização, controle, participação e equilíbrio no trato da nossa previdência.

Compartilhe Agora!