NOTÍCIAS

29/10/2019 14:59h
Geral

Sesau confirma ao vereador Fritz que nenhuma clínica deixará de anteder pacientes renais

Sesau confirma ao vereador Fritz que nenhuma clínica deixará de anteder pacientes renais

Em atendimento a uma questão levantada durante a Audiência Pública Assistência Médica às Pessoas com Doenças Crônicas, realizada na última sexta-feira (25), o vereador  Enfermeiro Fritz (PSD) entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau) e confirmou com representantes que os pacientes renais continuarão  tendo acesso a todos os seis prestadores de serviço existentes em Campo Grande. O município conta com três clínicas particulares, dois locais públicos (Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (HU) e Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian (HRMS)) e um filantrópico (Sociedade Beneficente de Campo Grande Santa Casa) para realizarem a hemodiálise.

A ratificação das informações veio após contato com o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, e, segundo ele, o município não deve encerrar a parceria com nenhuma clínica, mas refazer uma reprogramação orçamentária e um remanejamento de pacientes. A denúncia foi apontada pela presidente da Associação Beneficente dos Renais Crônicos, Cida Arroyo. “A partir de 30 de outubro, uma das clínicas já não terá como receber mais pacientes do SUS. As demais não têm como suportar número de pacientes”, disse a época.

O Ministério da Saúde possui recursos atualmente para 200 pacientes por instituição, mas está buscando alternativas para aumentar a capacidade instalada. “Precisamos ampliar o atendimento dos serviços públicos, além das clínicas particulares, e garantir que o tratamento seja feito para todos”, disse o superintendente de Relações Institucionais de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Antonio Lastória.

Compartilhe Agora!